Cheiro de tudo

Adoro cheiros! Cheiro de perfume importado e de lavanda barata, cheiro de café feito na hora e do pó antes de ser processado, gosto de cheiro de comida de mae, ah! Esses são os melhores… na minha casa quando chego, posso advinhar o que vai ser servido só de sentir o cheiro que invade o ambiente. Gosto também do cheiro de gente, aquele que exala naturalmente, ou na hora do amor…cheiro de suor perfumado, de cabelo lavado, cheiro de livro novo e de papel envelhecido, cheiro de bebê ( uma delícia) com sua pele macia, sem manchas, sem rugas, pura perfeiçao. O cheiro se torna uma marca da pessoa, uma lembrança, uma identificação, uma memória olfativa. O cheiro é tao relevante que até existe a expressão, “isso não tá cheirando bem”, quando algo pode estar errado: como um cheiro de fio queimado, de comida estragada e de gente mal lavada, descuidada. Cheiro de mentira e de falsidade.

Pra vocês deixo o meu xêro, cheiro de carinho e de suavidade.

Dor de Amor

Hoje tô sentindo uma dor de amor, a pior de todas as dores pq não há prescrição médica, não se sabe onde doi, se é na cabeça ou no coração, mas mesmo sem remédios pra esse mal, existem os efeitos colaterais : A tristeza, o desânimo, o cansaço, acompanhado de noites mal dormidas, de falta de apetite e de vontade de viver. Quando vai passar? A única resposta só o tempo vai mostrar, mas acredito que a cura sempre está em um novo amor, se não for por outra pessoa, que seja o amor próprio.

Insônia

Gosto de dormir porque esqueço de tudo: O que tenho pra resolver, o amargo do dia, os desejos não realizados… Não entendo bem os sonhos, às vezes parece algo que a gente quer que se realize, às vezes vem como um susto, em forma de pesadelos e às vezes não faz sentido nenhum. Já sonhei com artista, mortos, amigos e inimigos. Mas a  insônia, o que é? Um problema mal resolvido? dívidas à pagar? Ansiedade do que estar por vir?  Dores de amor? Não sei, mas enquanto todos dormem, meu corpo continua cansado, com a cabeça acordada à espera de um sono reparador, querendo parar o pensamento. E vc, o que te faz perder o sono?

3:20 da madruga

Amor em migalhas

Tenho mais de 30 anos e ainda não conheci o amor em sua plenitude. Sempre aceitei viver com o pouco que me ofereciam. Medo de ficar só, de não encontrar a pessoa certa, de não ter filhos, netos e aí fui vivendo com o que aparecia acumulando decepções ao ponto de literalmente adoecer de amor. Hoje, continuo sozinha, as migalhas não permitiram que eu me enxergasse como um todo. Será que se juntasse todas elas conheceria o amor?

Continuo a esperar…